segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

EBD Editora Betel - Jacó no Vau de Jaboque


Assembleia de Deus de Madureira CONAMAD



LIÇÃO 7 – 12 DE FEVEREIRO DE 2012 “JACÓ NO VAU DE JABOQUE”

versão pra impressão   download

EBD Betel - Escola Bíblica


TEXTO ÁUREO

“Jacó, porém, ficou só; e lutou com ele um homem, até que a alva subiu”. Gn 32.24

            Conforme vemos na ARC, ele lutou com um anjo, que era o próprio Deus.

VERDADE APLICADA

Buscar em Deus a mudança radical de nossa vida, é a decisão mais sábia que devemos tomar.

OBJETIVOS DA LIÇÃO

Ensinar que os planos dos homens sem Deus nada valem;

            “Vaidade de vaidades! diz o pregador, vaidade de vaidades! é tudo vaidade”(Ec1:3). Quando o homem planeja por si só, fatalmente será guiado por ansiedades e questões  que o farão agir sem saber o que virá depois (só Deus sabe isto! Tg 4:13-17). Quando ele segue os planos indicados e traçados por Deus, até mesmo suas imaginações e desejos passam a ser guiados e dados divinamente.

Mostrar que Deus quer nos ensinar a depender dele;

Como vemos na epístola de Tiago, nosso planos devem ser alicerçados em Cristo e nossa vida, por extensão de raciocínio, deve depender dele. Mas,  poderemos crer ao ponto de pararmos de agir por ímpeto e ânsias humanas e moldar nosso viver, seguindo seus ensinos (Sl 119:9, 14, 27, 29, 30, 32, 33 e 37, Rm 9:19-24)

Demonstrar o valor que é ser tocado pelo Senhor.

            “...depois que me conheci, bati na minha coxa: fiquei confuso; sim, envergonhei-me, porque suportei o opróbrio da minha mocidade.” (Jr 31:19) Quando nos abrimos e nos desarmamos, então somos realmente cheios de Deus. Ele sempre está tentando nos alcançar (com seu toque) mesmo quando o ignoramos ou estamos insensíveis.

GLOSSÁRIO

Incompatível: Que não pode coexistir; estar em harmonia com outra coisa, com algo ou alguém;
Virtualmente: Provavelmente, possivelmente;
Ambivalente: Simultaneidade de sentimentos opostos em relação a um mesmo objeto ou pessoa.

LEITURAS COMPLEMENTARES


·    Segunda feira: Gn 32.1,2
·    Terça feira: Os 12.2-4
·   Quarta feira: Gn 32.3-8
·   Quinta feira:  Gn 33.9-13
·   Sexta feira: Gn 33.14-21
·   Sábado:  Gn 33.22-24


INTRODUÇÃO

Jacó fez planos para encontrar seu irmão Esaú, mas estava com tanto medo, que montou táticas especiais para ir ao encontro dele dividiu sua gente, bem como os animais em grupos estratégicos. Pensando evidentemente se um grupo fosse atacado o outro poderia escapar. E, para impressionar ainda mais seu irmão, preparou um grande número de animais para dar de presente a ele.

Jacó agiu covardemente ao dividir o povo em dois bandos?Alguns entendem que sim: se Esaú atacasse um bando (matando-os), o outro bando fugiria deixando os outros abandonados. Jacó teria visto nisto maiores chances de conseguir escapar (dobrou as chances de ele escapar ileso por si próprio). A astúcia em agradar com presentes caros mostra ainda traços do velho homem que segue sozinho sem Deus.

1. O EXÉRCITO DE DEUS (GN 32.1)

Quando voltava para sua terra natal, Jacó teria que atravessar o território de Esaú, e não pensava que poderia evitar esse encontro. Precisava tomar a rota comum, e não desviaria o caminho para o deserto. Jacó elaborou planos de acordo com os seus limites, e confiou que sairia como planejado. Continuava a confiar na sua astúcia e traçou inteligentemente um plano para agradar a seu irmão. Ele queria ficar livre de qualquer surpresa desagradável e para não fugir à sua marca, ficou para trás caso algo desse errado.

            Apesar de ainda agir de maneira duvidosa, ao saber que fatalmente avisariam  quando ele passasse pelas terras de seu irmão, Edom, vemos que ele se antecipa e envia emissários a falar diante de Esaú. Imaginou que bens, gados e jumentos falariam ao coração outrora enfurecido. Não sabia ele que Deus foi quem tirou as mágoas tão ameaçadoras ao próprio Jacó. É bem particular que além de dividir o povo em dois, ainda ficou atrás do segundo...

1.1.Anjos de Deus vêm ao encontro de Jacó (Gn 32.1)

Por que os anjos de DEUS foram ao encontro de Jacó? Na Bíblia, é freqüente a intervenção dos anjos em situações humanas. Embora os anjos normalmente tomassem a forma humana, estes anjos deveriam ter algo diferente, pois logo, Jacó os reconheceu. O motivo por que eles foram encontrar Jacó não está claro, mas em razão desta visita Jacó soube que DEUS estava com ele.
                                                                                                     Bíblia de Estudos Aplicação Pessoal

            “Aos seus anjos dará ordem a teu respeito...” (Sl 91:11). Jacó havia recebido direto de Deus promessas de proteção e cuidados. Nada de mal o alcançaria. Notemos que ao visualizar a escada para o céu, é relatado de anjos que subiam (estavam na Terra) e desciam(como que permanecendo sempre por aqui). Qual a finalidade? Ministrar em favor dos homens de Deus.

1.2.Jacó chama o local de Maanaim (Gn 31.2)

MAANAIM - Localidade situada na Transjordânia. É pouco provável a sua identificação com a atual Hirbet Mahna, a 4 km ao norte de Aglun. Alguns, talvez com mais razão, colocam-na em Tulul  El-Dahab, às margens do  rio Jaboc,  a quase 11 km a leste do rio Jordão.

Dicionário de Personagens e Lugares Bíblicos (Internet - sem autoria)

Acampamento do Senhor ou dobrado: estava frente à frente com o acampamento de seu clã/povo e do celestial! É inegável a manifestação mais firme na vida do Patriarca após ele obedecer a Deus, saindo de Padã-Arã (ainda que foragido; deveria ter saído de forma clara, honrosa). Lembremos que ele viveu de forma praticamente escrava (ainda que haja enriquecido, não era livre): para sair de lá foi necessário um mover de Deus.
           
1.3. Jacó põe em prática o seu plano (Gn 31.2-21)

            Não é fácil negar a guarda de Deus para com a vida e os caminhos deste homem! Ao passar ali sozinho, encontrou os anjos (quando fugia de Esaú). Agora, ele estava com uma multidão: só de animais separados para adular seu irmão, foram 550. 2 mulheres, 2 concubinas e 11 filhos e ainda é citado “ao terceiro”, ao numerar os servos que lideravam e controlavam os bandos (Gn 32:19), citando também “...e a todos os que vinham atrás dos rebanhos...”, talvez um número não pequeno de outros ajudantes. Eram os últimos momentos de Israel, ainda como Jacó, pois temia muito por sua vida (ficou no ÚLTIMO bando...). Mais à frente ele reconhece a prosperidade do Alto e que a sua caravana também passaria diante dos anjos no mesmo local, recebendo proteção – talvez os MESMOS anjos da guarda anterior (Gn 32:10)

2. DEUS LUTA COM JACÓ (GN 32.22-32)

Após ter enviado, na frente, presentes ao seu irmão Esaú, o velho Jacó teve a oportunidade de isolamento. Ele ficou na solidão da noite, e misteriosamente começou a lutar com um homem desconhecido nas margens do rio Jaboque. A luta durou a noite inteira e marcou,  mais uma vez, a história de vida do patriarca.

Vau - Trecho raso do rio ou do mar, onde se pode transitar a pé ou a cavalo. o principal vau do Jordão ficava perto de Jericó (Js 2.7 Jz 3.28 2 Sm 19.15). Há, também, os vaus do rio Jaboque (Gn 32.22) e do rio Arnom (Nm 21.13 is 16.2). (Dicionário ACF - apostila - Mauro Graner)

Um vale é um acidente geográfico cujo tamanho pode variar de uns poucos quilômetros quadrados a centenas ou mesmo milhares de quilômetros quadrados de área. É tipicamente uma área de baixa altitude cercada por áreas mais altas, tendem a ter um clima diferente do que a área circundante. Também é comum para um vale para ter ricos depósitos aluviais de lama, tornando-a ideal para a agricultura.

http://axrafaelvenancio.blogspot.com

O Jaboque era um tributário do Jordão, ao qual se juntava a cerca de meio caminho do Mar da Galiléia e Mar Morto. Hoje  se conhece o Jaboque pelo nome de Zerka.

                                                                       Comentário Bíblico AT  D. L. Moody

O anjo que lutou com ele não podia ter sido outro senão Filho do Homem, que é também o Anjo da Aliança e o Filho de Deus. Não foi Jacó que lutou com o anjo, mas o anjo que lutou com ele, como que para descobrir e revelar sua fraqueza, e constrangê-lo a desistir da sua própria força e a aprender a agarrar-se com a disposição de um homem coxo que não ousa largar aquilo em que se segura para não cair.

                                                                       Comentário Bíblico AT - F. B. Meyer

Muitas vezes somente na solidão e na falta de recursos é que conseguimos ver a Deus. Jacó havia tentado comprar sua própria paz. Sabemos que somente Cristo, pode dar a paz a nossas vidas: ele é o Príncipe da Paz! (Is 9:6).

2.1. Um homem lutou com ele (Gn 32.22-26)

            Este ‘homem’ (ARA) é uma manifestação divina (anjo, conforme a ARC), chamada de Teofania. Deus encarnado lutando (sendo detido) por um homem destemido e persistente.

Jacó persistiu nesta luta durante toda a noite apenas para ser abençoado. Sim, ele era persistente. DEUS nos encoraja a perseverar em todas as áreas de nossa vida, inclusive a espiritual. Onde, em sua vida espiritual, você precisa de mais persistência? O caráter forte se desenvolve a medida que você luta em meio às condições difíceis.


    Bíblia de Estudos Aplicação Pessoal
 
De onde vinha o conhecimento de que o anjo/homem desconhecido poderia dar grandiosas bênçãos a Jacó? Certamente ele havia se tornado um servo tão ligado a Deus, que conhecia o que era humano, divino ou maligno!


2.2. A luta durou toda a noite (Gn 32.26-28)

“...O hebraico 'abaq, "dar voltas" ou "lutar", tem alguma ligação com a palavra Jaboque...” (Moody)

            O Choro de Jacó, foi mais que oração e espera: foi luta e ação! (Sl 30:5). Nem sempre iremos esperar em Deus passivamente. Precisamos saber o que e quando agir. Isso de nenhum modo diz que nós somos os aferidores ou estipuladores dos “tempos”. Mas as coisas encobertas, são para Deus (Dt 29:29) assim como as coisas impossíveis nós deixamos com ele. Do mesmo modo, as coisas que estão ao nosso alcance e temos os meios, recursos, saúde, tempo e sabemos fazer, seremos cobrados como faltosos não as fazendo ou as fazendo de qualquer maneira. Esta luta foi um excelente treino inaugural na vida  de um príncipe lutador (Israel= Príncipe de Deus). Possivelmente tenha sido uma forma de fazer o pai ter como passar aos filhos o espírito de luta. Mais adiante, a vida da nação de Israel iria passar por inúmeras lutas e batalhas físicas.

2.3. Jacó ferido (Gn 32.25)

Ele não era um anjo comum, mas Deus em pessoa, que se manifestou várias vezes no Velho Testamento como o “Anjo do Senhor”.

Um Guia de Estudo do Livro de Gênesis – Ron Crisp, pastor

Vemos aqui a declaração de que o anjo não prevalecia contra Jacó. Isto não quer dizer que ele era invencível. Afinal, o anjo era o próprio Anjo do Senhor! Deus queria fazer seu servo lutar até ele mesmo descobrir seus limites ou, incapacidade de persistir determinado e animoso.
O então firme e marchante Jacó, agora reconhecia a total majestade de Deus e seu domínio sobre os homens, passando a andar mancando e dependendo de seu cajado (era seu poder, agora era seu amparo): Deus o amparava totalmente agora! Sequer pode saber o nome daquele ser que queria esconder seu rosto (Gn 32:26) e teve sua vida poupada no episódio que autenticou a mudança deste homem cheio de astúcias, em Israel, o Lutador de Deus.
           
3. DEUS MUDA O NOME DE JACÓ (GN 32.27-30)

Jacó passou a ser chamado de Israel que significa “o que luta com Deus”. O fraco Jacó torna-se o poderoso Israel, pois o seu nome também pode ser traduzido como “aquele que luta com Deus e prevalece”. Até aquele momento, ele era Jacó o agarrador de calcanhar, e podia ter até alguma espiritualidade, mas era apenas Jacó, mas Deus veio para torná-lo Israel, o que tem as promessas eternas de Deus.

O que seria lutar com Deus?(deixe a classe opinar). Como mudar o nome e/ou a  imagem? (classe). Como manter o caráter íntegro e enraizado na alma?(classe).

3.1. Deus mudou Jacó

            O Jacó que se ocultou no último bando, era um homem bem mais materialista. Ele ouviu o relato: Esaú vinha com quatrocentos homens!  (Gn 32:6). “...Meu senhor Esaú...(Gn 32:18), não era apenas nobres saudações. Sua família, fazenda, sua paz e sua própria vida estavam à mercê de um poder destruidor muito enorme. Deus o fez saber depositar em si toda a sua esperança. Ao se deparar com Esaú, percebeu que o coração do antigo inimigo estava transformado. Todo o seu esforço não poderia conseguir isto (à custa de presentes). Seu medo humano e carnal não deve ser criticado ou julgado. Tomemos como exemplo!

3.2. Israel, nome dado por Deus (Gn 32.28)

            Ao mudar o nome de Jacó, Deus afirmava “agora este é realmente meu e tomará o MEU nome sobre si” (II Cr 7:14). Vemos exemplos em Adão (nomeando os seres), em Abraão, em José, no livro de Daniel e em Jacó sobre autoridades sobre algo ou alguém. No grande dia da Eternidade, teremos nossos nomes trocados pelo Cordeiro (Ap 2:17); finalmente seremos totalmente dele e ninguém mais nos tomará pra si (II Ts 3:3, I Jo 5:18).

3.3 O significado de Peniel (Gn 32.30)

Peniel - Jacó deu este nome após ter lutado com o anjo, “...porque dizia: tenho visto a Deus face a face, e a minha alma foi salva (Gn 32:30 e 31 ARC).
            Na época dos Juízes havia ali uma torre, que Gideão destruiu, e uma cidade cujos moradores passou a fio de espada (Jz 8:8, 9 e 17).

                                           Diccionario Diblico (Espanhol) - sem autoria - trad. Doutores de Almas

            Possa ser que um dos motivos de tal encontro seja a crença à época de que a visão de Deus traria a morte. Jacó o viu e sobreviveu: Deus não é da Morte, mas da Vida. Peniel: lugar de tratamento de Deus. Às vezes docemente, com trato. Outras, com solavancos e várias “supapadas” dos homens.              


CONCLUSÃO

Não há nada mais inteiro que um coração partido. E essa história de Jacó nos mostra o quanto ele foi quebrantado com momentos de muitas tribulações, até começar a ser transformado por Deus em uma noite escura de sua alma e Ele continuou mudando Jacó. Deus quer, também, mudar sua vida!
Fontes:


Bíblia Sagrada ARC
Bíblia Sagrada ARA
Comentário Bíblico do AT e NT - F. B. Meyer - Ed. Betânia
Comentário Bíblico do AT e NT - D. L. Moody
Diccionario Bíblico Moody – Espanhol
Dicionário da Bíblia de Easton
Ítalo Fernando Brevi - Dicionario Bíblico
Bíblia de Estudos Aplicação Pessoal
Comentário Adventista de Gênesis - Espanhol
O Novo Comentário da Bíblia - F. Davidson
Dicionário Sacconi da Língua Portuguesa - Atual Editora
El libro del Génesis - Gerhard Von Rad - Ediciones Sígueme - Salamanca - Espanha - 1982
Internet
Revista: JACÓ - 1º Trimestre 2012(professores) - Lição 07 - Editora Betel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colabore conosco: escreva seus pontos de vista, opiniões ou críticas. Contamos contigo neste trabalho